terça-feira, 18 de novembro de 2008

Claudio Seto

É com grande pesar que comunico aqui o falecimento do grande Cláudio Seto.
Fiquei sabendo do falecimento dele através do Caio Yo, depois de saber pelo Bira que ele estava hospitalizado. Hoje li um e-mail da colega de IlustraGrupo Princesa Valente, e resolvi postar aqui como homenagem.




"O artista plástico, ilustrador e desenhista de quadrinhos Claudio Seto morreu neste sábado(15) em Curitiba. Ele teve um acidente vascular cerebral. Seto tinha um quadro de pressão alta e diabetes, doenças que aumentam os riscos de AVC. Estava com 64 anos.

Claudio Seto é tido como o pioneiro na produção de mangás no Brasil. Ele criou no fim da década de 1960 o personagem "Samurai", produzido no estilo japonês. As histórias foram publicadas pela extinta editora Edrel e lembravam o traço do mangá "Lobo Solitário", já lançado no Brasil pela editora Panini. Essas histórias, consideradas raríssimas, foram compiladas num álbum que será publicado pela editora Devir, possivelmente neste ano ainda.
Pela mesma editora, lançou neste ano o livro "Lendas Trazidas pelos Imigrantes do Japão".

O vínculo de Claudio Seto com as raízes do quadrinho japonês no Brasil renderam a ele diferentes homenagens neste ano por conta do centenário da imigração japonesa. Um dos reconhecimentos ocorreu em julho na entrega do Troféu HQMix, a principal premiação da área de quadrinhos do país. O desenhista foi um dos homenageados. A estatueta da premiação, dada a cada um dos vencedores, usou a forma do Samurai criado por ele.

A cerimônia de entrega dos troféus também exibiu o documentário "O Samurai de Curitiba", dirigido por Rober Machado e José Padilha. Seto é um dos entrevistados. A produção abordou os bastidores das editoras Edrel e Grafipar, que publicou eróticos entre o fim da década de 1970 e o início da seguinte.

Seto trabalhou em jornais em Curitiba, entre eles o Correio de Notícias e a Tribuna do Paraná. Liderança importante da comunidade nipo-brasileira, era um dos assessores do secretário municipal Rui Hara. "

(Matéria retirada de Jornale Curitiba)

Claudio Seto vai ficar imortalizado, juntamente com outros mestres das HQS brasileiras falecidos em 2008, Eugenio Colonnese e Gedeone Malagola, todos grandes pioneiros.

O Bira fez uma HQ muito legal contando a história de Claudio Seto na Front Imigração. Vale a pena procurar pra ler!!

Nenhum comentário: