segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Apresentação e porquês

Olá a todos. Meu nome é Mario Cau, sou quadrinista, ilustrador, fotógrafo, professor e até baterista...

Criei esse blog como uma homenagem e como um desafio.


Uma homenagem ao grande Mike Wieringo, que faleceu recentemenete aos 44 anos de idade. Mike era um dos desenhistas de HQ que mais me impressionavam, com seu estilo limpo, dinâmico, quase umdesenho animado de tão fluido. Acompanhei principalmente sua fase no Homem-Aranha. Até hoje, tenho uma Wizard americana com uma lição de "aprenda a desenhar o Homem-Aranha", feita por ele, que definitivamente foi um marco na minha visão sobre o Aranha. O jeito como o vejo e desenho hoje, deve muito ao tio Mike.


Foi um acontecimento triste, que atingiu a todos nós, artistas de quadrinhos e admiradores, amigos e familiares. Mike era jovem, fazia exercícios, era vegetariano e saudável. Mas um ataque cardíaco fulminante o pegou de supresa e faz sua despedida vir anos-luz mais cedo do que deveria. Não cheguei a conhecê-lo, mas eu o tinha em muito alta conta. Adorava seu estilo, sua simplicidade. Ele mantinha um blog, e esse meu é uma homenagem a ele. Que vergonha, eu tenho um site, um blog com amigos, um flog, e não vivo postando. Mike, ao contrário, tinha um hábito de atualizar todo dia, e sempre com um desenho novo.

Esse meu blog é pra criar vergonha na cara e homenagear Mike Wieringo.
Mike, por mais que não fossemos amigos, era uma grande inspiração e tenhop certeza que era um grande cara. seus textos, piadas, seu espírito leve e alegre, provam isso. Espero que ele esteja bem e feliz onde quer que esteja. E que saiba que sentimos muito sua falta, Ringo.

Esse primeiro esboço do Blog é em homenagem a ele também.

Pra quem quer conhecer mais; http://www.mikewieringo.com

O outro motivo é o desafio: Quero me propor a postar um desenho novo por dia aqui.

Assim eu me forço a desenhar algo mais livre todo dia. Quando eu não conseguir postar, postarei depois o desenho dessedia, junto com o desenho do próprio dia. Serão desenhos variados.
Entrementes, colocarei alguns textos, fotos, ilustrações, páginas de HQ, enfim, coisas com as quais eu trabalho.

Tenho vontade de postar violentamente aqui. Tenho tanto a falar, e atualmente minha vida segue tão cheia de novidade nessa área, que só postando 10 vezes hoje eu conseguiria dar conta. Mas vamos com calma.

Esse é meu primeiro post, e espero, primeiro de muitos outros.
Esse é o segundo desenho de hoje.

Desenhei ele quando estava com amigos numa choperia, sexta à noite, e
o assunto rumou para as figuras perdidas da cidade. Entre elas, Pedro Louco, Dito Babão, Moscão, Laila (não tão perdida/o assim) e o mitológico Dito do Pito. Esse sim, mitológico, virou lenda urbana.

Poucos de nós tiveram o prazer de conviver na cidade com esse homem. Um senhor de idade, baixinho, sempre com sua roupa suja e aquele cheiro ruim. Paletó amassado, chapeuzinho, uma bengalinha. Andava pela cidade toda, parava nas calçadas pra arrancar matinhos, chingava, ria, pensava.
Eu agora me pergunto, o que se passaria na mente desse velhinho? Sei que ele tinha casa, onde dormia. Era tio-avô dum amigo meu. Todo mundo conhecia ele.

Chamavam-no de Pitinho também...
Meu avô, grande pintor de paisagens, dedicou seus pincéis e tintas a ele, e fez um retrato desse mito. Eu nunca vi essa tela, mas sabendo da visão que meu avô tinha, deve ter ficado linda. Assim como meus desenhos têm uma visão, os trabalhos dele também tinha a sua.

E foi assim, até que ele morreu. Diz uma lenda que ele pulou da ponte pênsil no rio Jaguari. E que muitas crianças ficaram impressionadas. A notícia pegou a cidade de surpresa, mas como ele era quase invisível, logo parou de falar-se dele. Era mais uma daquelas figuras que você sabe que estão lá, mas nunca vê. Hoje, ele é parte da memória, da história, da personalidade, da alma de Pedreira.


E esse esboço é minha singela visão sobre esse mito.




É isso, garotada. Hoj eu começo a dar aulas de Quadrinhos na Pandora, aqui em Campinas. Amanhã (ou hoje mesmo) retorno com o esboço do dia (é, esses dois foram só de apresentação!).


Abraços a todos!

Um comentário:

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado