quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Google Chrome passa a ter direitos sobre todo e qualquer conteúdo que você postar na Web [ATUALIZADO]

Fiquemos espertos. Peguei o texto do blog Passo Adiante.



Enquanto todos os blogs nacionais estão neste momento se replicando uns aos outros por conta do lançamento do Chrome e chovendo no molhado quanto às possíveis - e prováveis - consequências e mudanças que ele trará à Internet, ninguém percebeu a verdadeira bomba trazida pela novidade: ao utilisar o Chrome, você está concordando que todo e qualquer conteúdo que você poste na web via o novo browser possa ser futuramente utilizado, adaptado, traduzido, distribuido ou até mesmo modificado pelo Google. Ah, esqueci de dizer: o Google também passa a ter o direito de « disponibilizar » estes conteúdos - postados por você - para outras empresas. Tá tudo explicadinho, no contrato de utilização do software, pro qual todo mundo clica « concordo » sem ler. Aliás, já repararam que o logo do Chrome é um olho? Copiei as partes, digamos assim, mais picantes aqui no Passo Adiante. Leiam com atenção:

“11. Content license from you

11.1 You retain copyright and any other rights you already hold in Content which you submit, post or display on or through, the Services. By submitting, posting or displaying the content you give Google a perpetual, irrevocable, worldwide, royalty-free, and non-exclusive license to reproduce, adapt, modify, translate, publish, publicly perform, publicly display and distribute any Content which you submit, post or display on or through, the Services. This license is for the sole purpose of enabling Google to display, distribute and promote the Services and may be revoked for certain Services as defined in the Additional Terms of those Services.

11.2 You agree that this license includes a right for Google to make such Content available to other companies, organizations or individuals with whom Google has relationships for the provision of syndicated services, and to use such Content in connection with the provision of those services.

11.3 You understand that Google, in performing the required technical steps to provide the Services to our users, may (a) transmit or distribute your Content over various public networks and in various media; and (b) make such changes to your Content as are necessary to conform and adapt that Content to the technical requirements of connecting networks, devices, services or media. You agree that this license shall permit Google to take these actions.

11.4 You confirm and warrant to Google that you have all the rights, power and authority necessary to grant the above license.”


Matéria original aqui.


[ATUALIZADO]=

Um tempo depois apareceu esse artigo noutro Blog, o GoogleDiscovery.

Acho que a coisa deu tanto bafafá, que resolveram esclarecer. E o resultado é bom pra gente.


Essa história começou num blog americano e se espalhou como fumaça para todos os lados: o Google, através dos termos de uso do Chrome, poderia vir a "assumir os direitos de tudo o que fosse realizado utilizando o browser da empresa".

Claro, isso borbulhou na mente de diversos usuários que a empresa Google poderia requisitar seus blogs, perfis, contas, senhas e tudo mais. Para desmentir o fato, o "porta-voz" do Google, Matt Cutts explicou em seu blog que esse termo de uso está quase sempre presente em todos os produtos do Google, mesmo em alguns específicos onde não se aplica.

Em resposta, Rebecca Ward, do Conselho Senior de Produto para o Google Chrome, disse que está trabalhando para remover o mais breve possível a citação do termo de serviço. Segundo a Googler, as mudanças serão retroativas para todos os usuários que já baixaram o produto.



Matéria original aqui.

Nenhum comentário: