quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Layer Zero recebe nota 8 de 10!

Acabei de achar isso aqui... Fiquei muito feliz e vocês vão ver por que!
Estava procurando informações sobre as revistas nas quais tive trabalhos publicados e mandando e-mails pros editores me mandarem logo meus exemplares (até hoje, pra você ter noção, não recebi nenhum exemplar da Negative Burn 15, que foi lançada em 12/2007)


Aí no site da Insomnia, achei um post sobre uma crítica que a coletânea das duas primeiras edições da Layer Zero teve do site Comics Village, que eu traduzi abaixo:

================

Antologia explorando os temas Insônia e Tempo.


Antologias são quase sempre um saco de misturas. Elas não podem fazer nadaa respeito, é o jeito que elas são. O problema que geralmente tenhocom elas é que sinto que as boas histórias parecem de alguma forma prejudicadas pela presença das porcarias.

As que funcionam, funcionam por causa de padrões editoriais aplicados, bons critérios de seleção e um bcom calibre de escritores e artistas.

Dito isso, eu entendo seu propósito. Artistas e escritores novos tê ma chance de mostrar seu trabalho quando nenhuma outra companhia maior de HQ daria espaço. O que eles fazem é claramente valorizado. Às vezes, eles oferecem ao leitor a oportunidade de ver os criadores de HQde manhã darem seus primeiros passos na indústira.

Layer Zero apresenta muitos criadores ainda desconhecidos, mas também mostra alguns que foram para coisas melhores, mais notadamente Cy Dethlan.

As várias histórias na antologia são geralmente de alta qualidade. Alguns roteiros são estranhos mas com esses temoas, é óbvio que vocêvaiver um pouco de loucura.

A arte varia do amadorismo e um pouco fraco para o incrivelmente brilhante (nas histórias "Undone" e "Dry Leaves") (O.O)

Há grande variedade aí e felizmente essa antologia bem apresentada é mais boa do que ruim, então acho que Layer Zero definitivamente merece ser lida.


Por Glen Carter

=======================
Matéria original aqui.
=======================

CARAMBA!
Claro, fico feliz pela coletânea ter recebido nota 8 (como ele mesmo disse, sempre tem umas porcarias no meio...), afinal eu e Mariana fomos parte dessa nota.

Agora, ser citado particularmente junto a só mais um exemplo, de arte "incrivelmente brilhante" (o termo usado por ele foi "dazzling brilliant", tentei ser modesto na tradução, mas não deu, ehehehe)... Caramba, é pra se sentir orgulhoso!

Queria agradecer à Mariana Guerra, irmãzinha e parceirona, que escreveu o roteiro. Se eu fiz um trabalho tão bom quanto ele diz, é porque o texto foi muito inspirador.

8- D


Para ler Dry Leaves (ou Folhas Secas), acessem meu site: www.mariocau.com , na seção de quadrinhos, ou senão, direto no site do Pieces: www.pieces.mariocau.com

3 comentários:

Bira disse...

Valeu pelos cremes, Mario!
Faltou grana?
Vamos combinar a pizza!
Rapaz, a revista Quixotesca está sendo impressa.
Veja algumas novidades no blog.
Um baita abraço!

Mariana Guerra disse...

Eu que devo te agradecer!!!
Se não fosse por você, Dry leaves não existiria em HQ e não estaria no LZ!!

De qualquer maneira, nós somos demais, cara!! Hahaha
é nessa hora que a gente TEM que se achar!!

Parabéns!
A gente merece mesmo!

Beijos
(Obrigada pela boa notícia, agora vou ficar feliz pro resto do ano)
(ou até a próxima HQ)

Poliana disse...

Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

td de melhor pra vcs sempre...
pq vcs são ótimosss!!!!!!!

=]*