sexta-feira, 22 de julho de 2016

Projeto 21 Dias - Finalizando e reflexões

Oi, pessoal! Acabei de me dar conta, em meio a tantas outras coisas que estou fazendo, que não postei nada sobre as artes finais do Desafio 21 Dias! Bom, vamos corrigir isso, e ainda fazer algumas considerações sobre a experiência toda.

A 20ª arte do desafio foi uma releitura de uma das pinturas do monstro Norman Rockwell, "O fugitivo". 
Mestre pintor e ilustrador norte-americano, sua arte mostra uma doçura verdadeira da vida do americano... É uma visão quase ingÊnua, poética de pessoas comuns nas pequenas cidades dos EUA, nos anos 40, 50... É bem mágico, na verdade. O nível de realismo que ele empregava misturado a um tipo sutil de estilização e caricatura fazem tudo ser muito acessível. . É muito realista e sempre me deixa impressionado. Mas o que mais gosto é da atuação das figuras. Expressões faciais e corporais no seu melhor. E sempre tem algo interessante no cenário e nos detalhes que ajudam as imagens a serem sempre muito ricas, seja na narrativa ou na técnica.



A 21ª arte foi uma homenagem à Mônica, do Mauricio de Sousa. Porque né, quem nunca leu Turma da Mônica? A grande maioria dos quadrinistas brasileiros (bom, de todo mundo) tem no trabalho e legado do Mauricio uma inspiração e um incentivo. Es é minha singela homenagem a tudo que o Mauricio representou e representa para mim e para todos os quadrinistas e artistas brasileiros.



E aproveito a deixa para postar também este desenho do meu queridão Homem-Aranha. Fiz este para comemorar os 2.000 seguidores no Instagram. A série dos 21 Dias foi importante para chegar a esse número, e sou muito grato por todo mundo que me segue e gosta do meu trabalho.


Agora, algumas reflexões sobre o desafio como um todo...

Me perdi entre os dias por causa de aulas, eventos, projetos paralelos e claro, a vida pessoal), e não consegui honrar a regrinha de desenhar TODOS os dias. O desafio tem como meta uma sequência de 21 dias direto com desenhos. e é muito importante tentar ao máximo manter a disciplina.

Achei que o tema escolhido (releituras de obras que me influenciam) seria bom por ser bem amplo, mas é interessante que, mesmo amplo, ainda te limita. Eu não queria desenhar certas coisas que são. sim, influências do meu trabalho. Talvez por já ter desenhado algo similar há pouco tempo, como no caso do trabalho do Bá e do Moon... Talvez por achar que, naquele momento, não ia conseguir fazer um bom trabalho (como na ideia de desenhar algo da Capela Sistina)...

Limitei um pouco a técnica usada, mas gostaria de ter tido mais tempo e organização para testar coisas diferentes.

Em 21 dias, teoricamente, você consegue se aprofundar bastante no assunto escolhido. Isso é verdade, pois eu precisei revisitar muita coisa e reconsiderar outras. Muita gente que eu não lembrava direito foi relida, muita gente que eu curto demais não foi usada. E é sempre bom buscar novas referências e influências. Quem fica muito focado só nos mesmos poucos estilos se limita.

O feedback do pessoal, especialmente no Instagram e no Facebook foi crucial. Ter esse retorno ajuda a manter o foco, dá vontade de sempre se superar. É uma cobrança, sim, uma pressão, mas é uma boa coisa. Agradeço a todos que curtiram e acompanharam esse desafio... E quem sabe em breve eu faço outro!

Nenhum comentário: