terça-feira, 18 de maio de 2010

Eu sou uma criança feliz

Aquela quarta, foi Natal, aniversário, dia das crianças, Páscoa, tudo junto. Eu estava visivelmente calmo, mas por dentro eu explodia de alegria!

Tudo começou quando, numa conversa por telefone com o grande Sidney Gusman, sobre o MSP+50,comentei que eu estava louco pra ver o livro. Ele me convidou então para visitá-lo um dia na MSP e ver o andamento do projeto. Combinamos uma quarta-feira, quando o também parceiro de MSP+50, Danilo Beyruth, iria com a filha.

Fechado! Naquela quarta saí da Pandora e fomos pra Lapa, naquele prédio aparentemente velho e sem vida, mas com um Bidu logo na porta.

Desde que era criança, eu sempre quis conhecer os estúdio do Maurício de Sousa. Era um sonho trabalhar com ele, mas isso acabou ficando de lado, e a vida tomou outros rumos. Graças a Deus, nunca parei de desenhar.



Agora, participar de um projeto tão maravilhoso quanto o MSP+50, capitaneado por um cara tão especial quando o Sidão, é uma honra, um passo importantíssimo para mim como artista, e mais que isso, um resultado especial demais do meu trabalho, que eu faço com muita paixão e vontade.

Chegando lá, vimos algumas páginas do boneco do livro, Consegui ler algumas histórias, e não vou comentar nada delas. Só posso dizer que está, absolutamente, maravilhoso. Tudo. De verdade.

Fizemos o tour, visitamos o estúdio, cheio de profissionais fantásticos, que dão vida Àquela turminha que a gente ama desde que nasceu. Conheci os mestrer Mauro Souza e José Marcio Nicolosi. Assistimos a um trecho da dublagem do desenho animado do Penadinho. Vimos o arquivo, tiras originais, de 30 anos atrás, nas mãos.

E claro, conhecemos o mestre Maurício de Sousa.

O Maurício é um cara formidável! Foi muito atencioso conosco, elogiou nosso trabalho, autografou nossos MSP50, desenhou no meu "Caderno dos Outros" (sketchobook com desenhos de vários amigos e ídolos do mundo todo), brincou com a Alice (filha do Danilo)... Além de ter ganho exemplares autografados nervosamente mas com muito carinho e respeito do Necronauta e da Pieces.



Foi uma tarde sem igual. Estar na presença de uma pessoa tão especial, tão cheia de idéias, tão dedicada quanto o Maurício me encheu de energia, de empolgação, de paixão pra fazer Quadrinhos. Saber que nós, quadrinistas brasileiros, independente do estilo, do tema, de ser ou não independentes, temos um "padrinho" como ele, só pode ser comparado a quem tem como "padrinho" Walt Disney.



Só posso agradecer de coração aberto ao Sidão e ao Maurício pela tarde fantástica, pela confiança e pela dedicação ao trabalho de vocês, que nos dá muito mais ânimo.

Realizei um sonho de criança, e agora, já adulto, equilibro o foco no meu trabalho com essa coisa de brincar, de sonhar, de ser criança...



8- D

12 comentários:

Icefreak13 disse...

Putz. Que bacana. Ficar na frente de uma lenda como o Mauricio de Souza deve ser bom demais. Estou ansioso para ver todos os trabalhos da MSP+50. Parabéns por esta conquista!

LU disse...

Aeh Mario!
O Mauricio de Souza deve ser mesmo um cara muito carismatico, já que o trabalho dele inspira e se concentra na infancia. Ele mudou a minha...
É um dos caras que, se aparecesse na mina frente, sem um aviso previo, e abrisse um sorriso, eu ia tremer da cabeça aos pés e tentar dizer alguma coisa... mas não ia sair nada... certeza!
Mas agora já posso dizer que tenho um amigo que conhece o Mauricio de Souza.. To orgulhosa de tu guri!
Muito Legal!!!

Salve, salve a arte e os artistas que mudam a vida de meros expectadores, como eu.

oi.
=)

Vencys_lao disse...

Grande Mario!

Que massa cara, conhecer o ídolo e ícone de todo quaderinhista do Brasil.
Parabens cara, e o texto está emocionante
Pude sentir tua alma e seu coração nesse texto man!

Virtuoso mano véio!

Rodrigo Fernandes disse...

Cara, que inveja, meu DEUS. Ficar cara a cara com Mauricio de Souza, deve ser no mínimo assustador. Ele é simplismente o maior quadrinhista empreendedor de nosso país. Achei maravilhoso seu texto, quando tiver um tempinho, da uma passadinha no meu blog: www.rodrigobarqueiro.blogspot.com. Grande abraço!

Tio Fê disse...

Fala, Mario! Tranquilo?
Poxa, realmente, deu para sentir bastante a emoção em seu texto... até parece que era a gente lá no seu lugar... hehehe!
Mas, é isso aí, cara! São momentos assim que mostram o quanto sua dedicação pode te trazer bons frutos! É aí que está o verdadeiro valor de todo um trabalho!
Cara, aproveito que estou aqui para comentar que a gente lá do Blog Quaquié?! premiou o Blog 'n' Roll com o Dardos Awards! Dá uma passadinha lá para saber mais! Segue o link abaixo...

http://quaquie.blogspot.com/2010/05/dardos-awards.html

Abraços e conitnue com o ótimo trabalho!

Jana Lauxen disse...

E eu chorei.
Maurício é ídolo, é ícone, é tudo.
Até hoje Mônica e sua turma me fazem companhia - e que baita companhia!
Parabéns, Mario, do fundo do meu coração!
Tu merece, é um enorme talento e, daqui uns anos, alguém estará escrevendo um texto emocionado como este teu, por tê-lo conhecido.
Eu acredito!
Abração da amiga Jana.
;)

Mariana Guerra disse...

Adorei a última foto, você tá com uma cara de meninão! Ou melhor, menininhoo!!!
hahaha
Queria lembrar como é ser criança tbm!!

Parabéns, Brooooo!

Nasci disse...

Torço para que a experiência dê mais energia ao seu trabalho que já é tão rico

Sucesso, abraços

Nasci

LAZ MUNIZ disse...

Cau, que lindo isso, cara! Muito show mesmo. Quem não gosta do maurício? Ao ler essa história senti aqui, na pele, o que você deve ter passado!
Sucesso sempre, meu camarada!
Abraços do Laz

Bleffe disse...

Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

Música em troca de Fraldas



Dia 23/05 tem Show do #Riounido, que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

#RioUnido

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
André Gobi disse...

Porra Man!! Parabéns por mais essa conquista. Fruto de todo teu trabalho e dedicação pelo que faz! Conhecer o Maurício deve ser surreal mesmo. Como você me disse, é como conhecer John Lennon.
Abraço, meu caro!