segunda-feira, 17 de março de 2008

Reclamações Gratuitas

Acabei de chegar de uma tarde um tanto quanto insossa.
Eu to cansado.
Tanto fisicamente quanto mentalmente. E com todo respeito aos meus alunos e aos meus colegas da Pandora, ainda bem que hj não teve aula, senão eu não sei como eu ia ficar.

Sabe... To cansado de fazer um monte pelos outros. To cansado de ter minha opinião vaiada e ridicularizada por gente que nem tem opinião tão boa assim. Cansado de abaixar a cabeça por falta de apoio. Cansado de gente que pensa que manda nas coisas sem ter um mínimo de noção do que é liderança. To cansado de longas conversas com pessoas falando alto sobre assuntos que não necessitam tamanha atenção. Cansado de ter meu trabalho menosprezado ou tomado como algo fácil e descompromissado (até pq, como foi falado no texto dos oradores, são poucos os que realmente entendem o que é ser o que eu sou). To cansado de fazer favores e não ter reconhecimento. To cansado de me chatear pq outras pessoas não sabem ser gente. To cansado de sempre me esforçar pra fazer td certo e direito e no final algo acontecer só pra provar que não vale a pena fazer isso. Cansado de me desdobrar e não valer a pena.

Falta reconhecimento. Falta que certas pessoas entendem o que eu faço e que retribuam pra poder haver um equilíbrio. Pq enche o saco quando vc vê que só uma ponta da corda cede.
E aqui eu deixo um "não se preocupe" pra poucas pessoas especiais, pq isso não é com vocês.
As pessoas pra quem eu "falo" isso provavelmente nem sabem que eu tenho o blog, então relaxem.

To cansado mesmo. Enjoado. De saco cheio de carregar dois colchonetes amarrados, um portfolio e um guarda-chuva, de me molhar, de ter que pegar ônibus, de levar broinquinha por coisa que não é culpa minha, de gastar $$ q não tenho pagando coisas que não preciso. E coisas que já não tenho mais, pois foram arrancadas de mim. Cansado de ser tratado como um bocó. Cansado de criticarem meu jeito de pensar sem ao menos entender como ele funciona.

Hoje, eu iria na academia. Hj eu iria fazer relatórios. Ia estudar, ia ler Sandman, ia preparar coisas pra apostila da Pandora (tudo de novo, pq roubaram isso tbm). Ia preparar as coisas pra exposição.

Mas não vou mais.

Ta frio pra cacete, eu tomei chuva, e não pude ir ao cinema por causa de problemas de terceiros a resolver. Meu chuveiro aqui em casa ta quebrado, ou seja, se quiser banho, é banho gelado. Provavelmente se eu quiser comer, terei que cozinhar tudo, como sempre venho fazendo nos últimso tempos, sem receber ajuda nem pra lavar louça, na maioria dos dias. E, se optar por iogurte e frutas, talvez até ouça reclamações por não ter feito janta. Como se fosse obrigação minha. Como se eu fosse um servente.

Cansei de ter meu espaço ocupado, de dividir, de ser legal.

Se eu pudesse virar um bostão egoísta e insensível, hj eu viraria.
Mesmo sabendo que é passar por tudo isso que me torna quem sou, e, dizem por aí, sou um cara bacana.
Mesmo quando não me sinto como um.
Apesar de tudo.

Agora, com frio, enjoado, cansado e sem mojo, eu pretendo me recolher à minha cama (que pelo menos eu mantenho arrumada) e ficar por lá mesmo atpe cochilar ou até que o ânimo me ataque.

Um comentário:

Mariana Guerra disse...

Acho que já sei pra quem é esse post, na quinta também discuti com esse parente, pelo mesmo motivo.
É realmente como dizem, parente não se escolhe.
Mas se precisar de ajuda, pode falar comigo. Convenhamos que eu sei te encher muito o saco e o ego, Poderoso!

Se quer minha opinião, não se reprima, banque uma de Lourdes e fale tudo na cara! Ajuda pacas!

Beijo